terça-feira, 12 de maio de 2009



Senhor cidadão

senhor cidadão

Me diga, por quê

me diga por quê

você anda tão triste?

tão triste

Não pode ter nenhum amigo

senhor cidadão

na briga eterna do teu mundo

senhor cidadão

tem que ferir ou ser ferido

senhor cidadão

O cidadão, que vida amarga

que vida amarga.

Oh senhor cidadão,

eu quero saber, eu quero saber

com quantos quilos de medo,

com quantos quilos de medo

se faz uma tradição?

Oh senhor cidadão,

eu quero saber, eu quero saber

com quantas mortes no peito,

com quantas mortes no peito

se faz a seriedade?

Senhor cidadão

senhor cidadão

eu e você

eu e você

temos coisas até parecidas

parecidas:

por exemplo, nossos dentes

senhor cidadão

da mesma cor, do mesmo barro

senhor cidadão

enquanto os meus guardam sorrisos

senhor cidadão

os teus não sabem senão morder

que vida amarga

Oh senhor cidadão,

eu quero saber, eu quero saber

com quantos quilos de medo,

com quantos quilos de medo

se faz uma tradição?

Oh senhor cidadão,

eu quero saber, eu quero saber

se a tesoura do cabelo

se a tesoura do cabelo

também corta a crueldade

Senhor cidadão

senhor cidadão

Me diga por que

me diga por que

Me diga por que

me diga porque

2 comentários:

a sêde do peixe disse...

e o cabelo do adan já cresceu de novo

dayahhh disse...

me diz OQ, O QUEEEEEEE
significa essa foto